Millennium Actress

Millennium Actress - comprar online
R$8,00
Ver detalhes das parcelas
Digite aqui o seu CEP para calcular o frete:

  Millennium Actress
 

Episódios:   1
Estilo:   Movie
Gênero:   Drama/Romance
Tema:   Historia
Resolução:  720x480
Áudio:   Japonês
Legendas:  Português
Quantidade:   1 Disco
Opcional:  (1 Box c/ encartes)

Satoshi Kon e Sadayuki Murai abalaram o universo dos animes em 1997, com a criação de Perfect Blue. Com uma trama intrincada, animação de primeira e doses cavalares de violência, Perfect Blue é, ainda hoje, um dos melhores animes direcionados para o público adulto. Impressiona ainda o fato de Perfect Blue ter sido o primeiro anime dirigido por Satoshi Kon... um estreante com tamanho domínio na arte de direção, além de brilhar como roterista e desenhista de personagens, certamente daria muito o que falar. E Millennium Actress veio comprovar não apenas o talento irretocável de Satoshi Kon na direção mas, ainda, a maestria de Sadayuki Murai na construção de roteiros envolventes (com o auxílio de Kon, mais uma vez).

Fujiwara Chiyoko é uma bela senhora de 70 anos. Outrora uma atriz famosa e, sem dúvida, a grande estrela do Estúdio Ginei, Chiyoko vive escondida em uma casa, no centro de um belo bosque, evitando qualquer tipo de agitação, entrevistas ou contato com o grande público. Uma equipe de TV do Estúdio Lotus começa a gravação de um documentário sobre o agora defunto Estúdio Ginei, o qual se encontra em processo de demolição. Falar sobre o Ginei sem mencionar sua estrela maior seria uma heresia e, para alegria do repórter Tachibana Genya e seu câmera Kyoji, Chiyoko aceita ser entrevistada. Em meio a pequenos terremotos que teimam em aparecer o tempo todo, o ansioso e emocionado Tachibana entrega algo para Chiyoko. A expressão da velha atriz mostra claramente como aquele pequeno objeto era importante para ela, e a emoção resultante desencadeia uma série de lembranças de seu passado, nas quais realidade e fantasia se misturam de forma mágica. Tachibana e Kyoji, assim como os espectadores, vivenciam cada experiência de Chiyoko como se estivessem, literalmente, dentro de cada uma delas.
É difícil não se emocionar com este maravilhoso anime, uma das experiências cinematográficas mais inesquecíveis dos últimos anos. É de se admirar a mudança radical no estilo de Satoshi Kon, pulando de um violentíssimo e cerebral Perfect Blue para o mundo mágico e surreal de Millennium Actress. Os 4 anos que separam os dois animes mostram como Satoshi Kon evoluiu como diretor, mesclando realidade e ficção com uma naturalidade impressionante, sem forçar a barra em nenhum momento. Claro que grande parte do mérito se deve ao criativo roteiro, que adiciona toques humorísticos nos momentos certos (as reações de Tachibana e Kyoji às situações surreais são impagáveis) e não deixa nenhuma amarra solta no enredo.
As cenas dos filmes nos quais Chiyoko trabalhou, assim como os eventos marcantes em sua vida, juntam-se aos poucos para contar sua maravilhosa estória. Apesar de idosa, Chiyoko ainda possui aquela aura jovial que, não por acaso, a tornara tão requisitada quando jovem. Sonhadora, Chiyoko adorava tirar fotos, mas a mãe repressora não gostava da idéia de ter uma filha-atriz: para ela, Chiyoko deveria levar uma vida quadradinha, com marido, filhos e cuidando da casa. Desnecessário dizer que as coisas tomaram um rumo completamente diferente. ^_^ Chiyoko era capaz de amar, mas uma pessoa tão especial não poderia viver um amor qualquer mas, sim, algo tão forte que se tornasse a força-motriz por trás de sua existência.
Ainda sobre os personagens, Tachibana Genya é um cara hilário, e parece ter uma participação importante no passado de Chiyoko. Não é à toa que ele se envolve de corpo e alma nas vívidas lembranças de Chiyoko, deixando o pobre câmera Kyoji com cara de interrogação o tempo todo.
E como falar de Millennium Actress sem mencionar a excelência nos aspectos técnicos? A animação, mais uma vez a cargo da incrível Madhouse, é fantástica, desde a perfeita movimentação dos personagens até as criativas tomadas de câmera. Todo o ambiente é retratado em cores suaves, com cenários caprichados mas sem excesso de detalhes. O desenho de personagens é maravilhoso, e a jovem Chiyoko é uma das mais belas personagens femininas já criadas em um anime. Não podemos nos esquecer da ótima trilha sonora de Susumu Hirasawa (Berserk), um trabalho repleto de nuanças eletrônicas e belas melodias, e que lembra, em alguns momentos, as trilhas minimalistas de Philip Glass.

Muito tem sido dito sobre o talento de Satoshi Kon, dizendo que ele pode se tornar o "novo Miyazaki". Os estilos de ambos são completamente diferentes, e talvez ainda seja cedo para se fazer uma comparação entre eles, mas é inegável que o talento de Satoshi Kon é algo fora do normal. Com Millennium Actress, seu segundo filme, ele atingiu um grau de maturidade que muitos profissionais sequer imaginam alcançar ao longo de toda a carreira, dando mostras de que será um diretor para ser lembrado por muitas gerações. Satoshi Kon brinda os fãs com uma obra-prima irretocável, uma fantástica estória de amor para ficar gravada na memória. Imperdível!