Le Chevalier D'Eon

Le Chevalier D'Eon - comprar online
R$14,00
2x de R$7,00 sem juros
Ver detalhes das parcelas
Digite aqui o seu CEP para calcular o frete:

  Le Chevalier D'Eon
 

Episódios:   24
Estilo:   Serie de TV
Gênero:   Drama/Horror/Mistério/Sobrenatural
Tema:   Historico
Resolução:  720x480
Áudio:   Japonês
Legendas:  Português
Quantidade:   2 Discos
Opcional:  (1 Box c/ encartes)

Animes com fundo histórico europeu têm se tornado uma raridade - isso se eles não sempre o foram. Le Chevalier D'Eon, como podemos adivinhar pelo título, se passa na França. Estamos no século XVIII, anos antes da grande Revolução, época em que Luis XV era rei.

Lia de Beaumont, querida em toda a corte e serva fiel da França e seu rei, é encontrada morta no rio Sena. Flutuando dentro de um caixão, no qual estava escrita a palavra "Salmos", seu corpo foi envenenado em mercúrio, impedindo a decomposição. De acordo com a Igreja, a alma que pertenceu a um cadáver impossibilitado de unir-se a terra vaga eternamente no mundo humano, impedida de subir aos céus.
Tudo isso abala completamente D'Eon de Beaumont, irmão da vítima. D'Eon, fiel à coroa assim como sua irmã, trabalha na polícia secreta real. Frente ao assassinato da pessoa que ele mais amava, o cavaleiro jura descobrir por quem - e para que - ela foi morta.
E é ai que entram os elementos sobrenaturais da série, que contribuem para tornar Chevalier tão marcante. A alma de Lia encontra em D'Eon o perfeito hospedeiro e, através dele, deseja conduzir sua vingança. Além disso, temos os misteriosos Poetas, que, ao recitar os salmos bíblicos, retiram poder das palavras.
Na verdade, algumas das cenas mais interessantes que já assisti são aquelas em que, com a fantástica música de fundo e a impecável animação de Chevalier, os Poetas falam de vingança, sofrimento, punição, tudo em nome de Deus, enquanto algum coitado sofre o peso dessas palavras. Lindo!
Chevalier, visualmente, é de encher os olhos. Os personagens são extremamente detalhados, e a beleza do palácio de Versalhes é fielmente retratada. A animação surpreende acima de tudo: nunca vi tanto cuidado para animar um personagem virando o rosto. As lutas de esgrima tem igual perfeição. É raro ver tamanha qualidade no tintilar de espadas.
As músicas de Chevalier também não deixam a desejar. Desde a ótima abertura e encerramento, até algumas das melhores músicas de fundo que já ouvi, sempre dando o perfeito toque de suspense ou drama.
Infelizmente, o anime tem seus defeitos... para começar, o ritmo no início da série. O primeiro episódio traz uma quantidade imensa de informação, quase sem intervalo entre as cenas de tirar o fôlego. É tanta coisa para o espectador absorver que chega a cansar. A partir do segundo episódio, não temos mais essa atmosfera frenética, porém, em compensação, a história fica num certo vai-não-vai, como se os roteiristas não tivessem uma idéia muito certa sobre para onde nos levar. Por volta do episódio 4-5, eles parecem se decidir e a história prossegue sem defeitos. O final, apesar de ligeiramente confuso em alguns momentos, surpreende. Os produtores até capricharam mais no visual, aumentando o impacto no espectador.

A história de Chevalier é criativa e envolvente. Apesar de fazer uso de algumas cenas meio previsíveis (que não chegam a ser clichê), a série é cheia de surpresas e, no geral, impressiona. Mesmo com os fortes elementos fantasiosos, Le Chevalier D'Eon segue fielmente a história francesa. Impressionante não só no conteúdo como na parte técnica, é uma série obrigatória.

Curiosidades
D'Eon de Beaumont realmente existiu. Ele foi um diplomata e espião francês que tinha o costume de se travestir, e seu "lado feminino" chamava-se Lia. O mais surpreendente é que não sabiam se ele era um homem que vestia-se de mulher ou uma mulher que vestia-se de homem; só descobriram seu sexo ao examinar seu corpo após sua morte.

Além de D'Eon, todos os personagens da série são baseados em figuras históricas, com a exceção de Robin, Durand e Teillagory (e alguns figurantes).