Howl's Moving Castle

Howl's Moving Castle
R$8,00
Ver detalhes das parcelas
Digite aqui o seu CEP para calcular o frete:

  Howl's Moving Castle

Episódios:   1 Castelo Animado
Estilo:   Movie
Gênero:   Aventura/Drama/Fantasia/Romance
Tema:   Historico
Resolução:  720x480
Áudio:   Japonês/Português
Legendas:  Português
Quantidade:   1 Disco
Opcional:  (1 Box c/ encartes)

"Hauru no Ugoku Shiro" foi produzido pelo Estúdio Ghibli no Japão em 2004. Nos Estados Unidos, esta obra foi rebatizada como "Howl's Moving Castle" e, no Brasil, recebeu o nome de "O Castelo Animado". O autor desta obra é a lenda da animação japonesa, Hayao Miyazaki, que ficou muito conhecido no ocidente através da sua obra, "A Viagem de Chihiro". O filme foi inspirado na história da autora britânica Diana Wynne Jones, conquistou vários prêmios no Japão e, no ocidente, foi o vencedor do prêmio Osella do Festival de Cinema de Veneza em 2004.

A historia do filme é muito rica em significados mas, de uma forma geral, gira em torno da personagem Sophie, uma jovem que trabalha na chapelaria da sua família. Quando a jovem decide visitar a sua irmã no lugar em que esta trabalha, acaba conhecendo no meio do caminho o famoso feiticeiro Howl, que estava sendo perseguido por seres sombrios. Após visitar a sua irmã, Sophie volta para casa, onde acaba sendo apresentada à bruxa da Perdição, que a transforma numa velha de noventa anos, tudo porque a bruxa pensou que Sophie possuía um vínculo com o feiticeiro que mal acabara de conhecer.
Após isso, Sophie decide fugir de sua cidade natal para encontrar um novo lugar para morar e, claro, para que possa encontrar a cura para sua maldição. Depois de muito viajar, acaba por encontrar o castelo mágico andante, onde conhece o demônio Calcifer, o jovem aprendiz de magia Marko, e Howl, o senhor e mestre do castelo.
As cores utilizadas no filme são de uma beleza ímpar, as construções apresentadas nos cenários são dignos de uma obra européia do século XIX. A narrativa é envolta por vários mistérios, os quais, juntamente à sensibilidade e criatividade sem limites em relação ao universo da história e o desenvolvimento dos diferentes personagens ao longo da trama, fazem com que o público fique completamente envolvido até o final do filme.
A trilha sonora foi composta por Joe Hisaishi, um compositor que, apesar dos seus trabalhos independentes, é reconhecido por seus trabalhos no cinema e filmes publicitários. Em animes, este célebre autor-compositor já deu o seu toque em filmes como "Kaze no Tani no Naushika - Nausicaa", "Kiki's Delivery Service", entre outros.
Dentro de "Hauru no Ugoku Shiro", a trilha mostra-se impecável, convidando o público a entrar no universo do filme, dando ao mesmo um tom alegre e, ainda, oferecendo uma maior sensibilidade para o conflito dos personagens e dos diferentes ambientes.
O enredo é marcado por metáforas que abordam o tema da velhice e da guerra. A velhice é apresentada através da personagem Sophie, que acaba percebendo as vantagens e desvantagens da maturidade e, também, que a idade nunca pode servir como forma de fuga para a situação em que vive. Quanto à guerra, esta é mostrada impregnando cada vez mais a vida dos personagens, alterando a dinâmica do seu cotidiano e das suas relações com outras pessoas. É ressaltada no filme a questão da alienação que a guerra gera, onde nem os reinos em luta sabem o porquê desta disputa mas, apesar disto, continuam lutando. Um exemplo de alienação que pode ser percebido no filme, apresenta-se através dos magos que entraram na guerra e perderam a sua essência humana nas batalhas, a ponto de esquecer o que eles já foram um dia.
Howl é uma lenda neste mundo e reconhecido como um dos mais poderosos magos existentes. No entanto, durante o decorrer da história, podemos perceber as suas fragilidades e o seu lado mais humano. Apesar de tudo, continua sendo uma pessoa gentil e pacifista mas, por ter perdido o seu coração, acabou perdendo o seu equilíbrio espiritual, o que faz com que ele, muitas vezes, se perca dentro das batalhas ou na depressão. O fato de ter perdido o seu equilíbrio é um dos motivos para que a sua Mestra, a madame Suliman, queira eliminá-lo, apesar dos sentimentos que tem por este: afinal, ele foi um dos discípulos mais brilhantes que ela já teve.

Mas a personagem que realmente marcou o filme e cativou o coração de todos os espectadores foi Sophie. Apesar de no começo parecer uma jovem de 18 anos sem vida, sem brilho e que acabou sendo transformada em um velha, durante a historia ela vai demonstrando a sua verdadeira força, uma força capaz de vencer o impossível para defender as pessoas à sua volta mas, acima de tudo, de proteger o seu amado.