Black Lagoon

Black Lagoon - comprar online
R$14,00
2x de R$7,00 sem juros
Ver detalhes das parcelas
Digite aqui o seu CEP para calcular o frete:

  Black Lagoon
 

Episódios:   24
Estilo:   Serie de TV
Gênero:   Ação/Drama/Psicho
Tema:   Pirata/Terrorista
Resolução:  720x480
Áudio:   Japonês
Legendas:  Português
Quantidade:   2 Discos
Opcional:  (1 Box c/ encarte)

 DVD-1 - É uma adaptação do mangá Black Lagoon, publicado na revista japonesa Sunday GX Comic, com animação a cargo da Madhouse e com direção de Sunao Katabuchi. Aos que buscam uma definição da série ou sobre o que podem esperar dela, ofereço as palavras que estavam escritas na capa do mangá: "Meet Dutch the Boss, Benny the Mechanic, Revy the Two Hands, and Rock the ex-businessman from Japan. They're the crew of the Black Lagoon, and they're the baddest motherfuckers on the Asian Sea".
A historia conta sobre como um homem de negócios do Japão se torna um pirata nos mares asiáticos, ou melhor, como ele entra para uma firma de transporte que às vezes vai contra a Lei. No decorrer da série, vemos as diferenças de alguém que vem de fora dessa realidade e vai parar nesse mundo marcado por assassinatos, tráfico de drogas e armas, entre outras coisas, e quem são as pessoas que viveram e sobreviveram neste mundo onde as armas e o dinheiro regem as leis. Desde a cidade até cada personagem isolado e sem tanta relevância na série resgatam fatos históricos e situações que realmente ocorreram e ainda ocorrem nos dias atuais, seja como os personagem que lutaram na Segunda Guerra Mundial ou em outros conflitos. O tempo pode ter esquecido esses personagens, mas estes sobreviveram e estão vivendo ainda hoje... para exemplificar temos os neonazistas.
Também há aqueles que lutaram pela "justiça", no entanto, pessoas que foram até um extremo de sua humanidade e levam o cheiro de sangue nas suas vidas não são bem recebidas pelo mundo pelo qual lutaram. Há também aqueles insanos que buscam sangue e realmente não são bem vindos, no entanto ainda são procurados para executar trabalhos e missões. Dentro desse universo também temos grupos fundamentalistas, cartéis de narcotráfico latino-americanos que são mais contemporâneos à época de nossa geração. No entanto, podemos ver como estes sobrevivem e como planejam obter supremacia dentro de suas áreas e ganhar controle dentro da sociedade.
Com personagens tão habilidosos em armas, conhecimentos de guerra ou ainda puro instinto de sobrevivência, podem esperar diversas cenas de ação e lutas intensas, só não houve mais por causa do formato de 12 episódios da série, mas o importante é que estes mantiveram uma linha de qualidade durante os episódios. Dentre os personagens de destaque devemos citar Revy (em algumas traduções aparece como Levi, mas como o chamam ela de Rebecca durante a historia o mais adequado deve ser Revy) que é extremamente habilidosa com armas e com uma personalidade impulsiva. Dutch, que tem um passado misterioso e pouco fala, no entanto, tem o respeito dos mais diferentes lideres de máfias; e Balalaika, a líder do Hotel Moscow, uma máfia russa composta por um grupo de elite de veteranos de guerras como a do Afeganistão e que possuem treinamento suficiente para lutar numa eventual Terceira Guerra Mundial.
Espere também da historia diálogos afiados e, em certos pontos, com teor mais filosófico, quando propõem a discussão de temas como hipocrisia entre o mundo real e o mundo ideal, e as diferenças entre o mundo real e o aquele no qual os personagens vivem e cresceram, como notamos num trecho da musica de abertura "It's always been hell, from when i was born". A trilha sonora é impecável, desde a abertura "Red Fraction" às músicas de fundo "Tear Drop to Earth", "A Cold Wind in My Mind", "Make a Bet", "En Sol se Recuesta", a versão réquiem da excepcional música de encerramento, "Don´t Look Behind", as quais dão a chance ao espectador de entrar no universo de Black Lagoon.

DVD-2 - Eis aqui o review de Black Lagoon: The Second Barrage, a segunda temporada de um dos animes mais brutais (no sentido literal) de todos os tempos. Essa empreitada acrescenta mais 12 capítulos à série, a qual totaliza, até agora, 24 episódios.
Ao contrário do que geralmente acontece com as ”novas fases“ no mundo da animação, The Second Barrage não adiciona nenhuma grande novidade à franquia. Os personagens principais são os mesmos, o cenário é o mesmo (salvo os últimos episódios) e o estilo de direção também continua o mesmo. Porém, considero essa segunda temporada melhor que a primeira. Motivo? O que o primeiro Black Lagoon tinha de mais interessante foi aperfeiçoado nessa continuação, ou seja, as cenas de ação de ficaram ainda melhores. As perseguições, as lutas, as explosões, o tiroteio... Tudo está muito mais animal que antes. E olha que, em termos de ação, a primeira fase de Lagoon era suprema.
Como já foi comentado, os protagonistas (Revy, Rock, Dutch e Benny) continuam os mesmos (o que é ótimo), e outros personagens tradicionais, como Balalaika e Irmã Eda, também (o que é melhor ainda). Durante as novas aventuras dos mercenários, novos personagens secundários (em forma de inimigos) vão aparecendo. Dentre eles eu destacaria dois: Roberta, uma empregada ”barra-pesada“ que parece ser prima do Exterminador do Futuro; e Ginji Matsuzaki, um membro da yakuza que possui grande habilidade com espada e tem os mesmos instintos assassinos de Revy. Ainda vale salientar que o conteúdo filosófico, político e social que a primeira série trouxe continua firme e forte nessa segunda fase.
No quesito técnico, Black Lagoon mantém a altíssima qualidade de animação, com aquele detalhamento e traço marcante que a primeira temporada apresentou. A dublagem e trilha sonora também continuam ótimas (os temas de abertura e encerramento não mudaram).
A Madhouse fez um trabalho esplêndido com The Second Barrage. Quem gostou da primeira temporada do anime vai certamente adorar essa seqüência. O único problema é que a série deixa uma sensação de que existe um The Third Barrage vindo por aí. Rezemos por isso.